Os Apóstolos Eucarísticos da Divina Misericórdia


A mensagem dada à Bem-aventurada Faustina nos chama a nos voltarmos à misericórdia do Senhor com confiança, para recebermos a misericórdia com ação de graças, e para sermos misericordiosos para com os outros. Ela nos chama para uma vida de humildade, uma vez que a pessoa orgulhosa acredita que as coisas acontecem por sua própria iniciativa e não que são dons de Deus. "Revesti-vos de humildade uns para com os outros, porque Deus resiste aos soberbos, mas dá sua graça aos humildes" (1Pe 5,5). Confiança envolve voltar-nos para Deus, uma verdadeira conversão de nossas vidas a Deus, e arrepender-nos de nossos pecados e perdoarmos aos outros por suas ofensas contra nós. Se nós realmente confiamos em Deus, como podemos ser ansiosos, temerosos e desesperados? "Por isso não vos preocupeis, dizendo: ‘O que vamos comer? O que vamos beber? Com que nos vamos vestir?’ São os pagãos que se preocupam com tudo isso. Ora, vosso Pai celeste sabe que necessitais de tudo isso. Buscai, pois, em primeiro lugar o reino de Deus e sua justiça e todas estas coisas vos serão dadas de acréscimo." (Mt 6,31-33). Nosso Senhor disse à Bem-aventurada Faustina, "as graças de Minha misericórdia colhem-se com um único recipiente, que é a confiança. Quanto mais a alma confiar, tanto mais receberá." (* Diário da Irmã Faustina, no. 1578).

          Jesus nos chama a carregar nossa cruz enquanto Ele usa nossas provações para nos trazer para mais perto dEle. Ele disse a Faustina, "Há somente um preço pelo qual as almas são adquiridas, que é o sofrimento unido ao Meu sofrimento na cruz. O amor puro entende estas palavras, o amor carnal nunca as entenderá." (* Diário, no. 324). É pelo nosso crescimento através das provações que nós compreendemos quão fugidia é a vida, como nós dependemos de Deus, e que a verdadeira paz é a paz que somente Ele pode dar. "Disse-vos estas coisas para que tenhais paz em mim. No mundo tereis aflições. Mas tende coragem! Eu venci o mundo!” (Jo 16,33).

          Por causa do grande amor de Deus Ele nos dá os Sacramentos da Misericórdia, a Eucaristia e a Reconciliação, que nos dão graça e alimento espiritual em nossa jornada. Portanto, viver a plenitude da mensagem nos chama a levar uma vida sacramental. Ele nos convida a nos humilharmos e a vir ao Seu representante e a confessarmos os nossos pecados e tentarmos não pecar mais. Na Eucaristia, nós recebemos o Pão da Vida, o Corpo, Sangue, Alma e Divindade de Jesus Cristo. "Porque minha carne é verdadeiramente comida e meu sangue é verdadeiramente bebida. Quem come minha carne e bebe meu sangue permanece em mim, e eu nele." (Jo 6,55-56).

          Enquanto o aspecto devocional do que o Senhor disse à Bem-aventurada Faustina é importante, a mensagem de misericórdia que cerca esse aspecto devocional nos chama a transferir o controle de nossas vidas para Deus e a confiarmos em Sua misericórdia. Nós devemos ser recipientes de misericórdia; sempre irradiando amor e misericórdia para os outros. A mensagem da misericórdia não é nada novo, apenas um lembrete do que a Igreja sempre ensinou - que Deus é misericordioso e que perdoa e que nós também devemos fazer o mesmo em nossa interação com os outros. "Felizes os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia." (Mt 5,7).

[ Página principal | Correio eletrônico ]

* Permissão pendente de Marian Helpers - Stockbridge, MA. 1-800-462-7426.
Última atualização em 26 de abril de 1997
Traduzida em 3 de junho de 1997 por Fernando de Alcântara Correia, website
Aliança dos Dois Corações.